Um pouco sobre a Medicina Tradicional Chinesa

Datada de mais de quatro mil anos, a Medicina Chinesa é a terceira mais antiga forma de medicina, sendo antecedida apenas pela medicina egípcia e pela babilônica. Baseia-se no equilíbrio das forças da natureza, englobando o microcosmo e o macrocosmo, no qual os seres humanos se encaixam e fazem parte deste processo de constante transformação. Diante deste conhecimento, a medicina chinesa leva em consideração a interação das pessoas com todo o universo e com elas próprias. Quando há equilíbrio, há harmonia no funcionamento de seus órgãos internos, há saúde.

Do ponto de vista da medicina chinesa, deve haver equilíbrio entre os aspectos Yin e Yang e os Cinco Movimentos devem fluir harmoniosamente para que haja saúde.

Yin e Yang definem-se por duas partes que compõem o todo. O Yang não sobrevive sem o Yin e vice-versa. Ao mesmo tempo que são opostos, se complementam e cada um contém uma pequena porção do outro. Estão em constante movimento de transformação e retroalimentação. É como a noite e o dia, o céu e a terra, a esquerda e o direita, o norte e o sul, o feminino e o masculino e assim por diante. Tudo no universo tem um aspecto Yin e um aspecto Yang. Esta maneira de enxergar o universo é aplicada pelos chineses não somente na medicina como também em todos os aspectos da vida social, econômica, política e em tudo o que se observa no mundo.

Imagem Yin Yan

A teoria dos cinco movimentos ou cinco elementos também se aplica à natureza e ao homem. São considerados cinco elementos (fogo, terra, metal, água e madeira), que na medicina se associam à órgãos no corpo humano e suas funções. Esses elementos se relacionam entre si num ciclo de geração e dominância como pode-se observar na figura abaixo.

Imagem Teoria dos cinco movimentos

A madeira alimenta o fogo; o fogo, forma cinzas que originam a terra; a terra gera o metal; o metal, dentro da rocha origina a água; e a água alimenta a madeira. Mas, ao mesmo tempo que um elemento produz o outro, há também uma relação de contradominância: o fogo derrete o metal que corta a madeira; a madeira invade a terra, que represa a água; a água apaga o fogo. Esses movimentos se aplicam, cada um a um órgão do corpo humano que, em equilíbrio, regem a orquestra do organismo.

Imagem Teoria dos cinco movimentos - Tabela

O tratamento pela medicina chinesa engloba prática de exercícios, fitoterapia, dietética, moxabustão e acupuntura. A acupuntura visa reequilibrar o organismo atuando nos meridianos, que nada mais são do que campos eletromagnéticos por onde fluem energia de forma ordenada dentro do corpo. Esta energia é chamada de Qi e é adquirida durante a concepção, através da adequada alimentação e no ar que respiramos.

Conheça a
Dra. Ingrid

Graduada na Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (UNIRIO) Residência médica de pediatria no Hospital Municipal da Piedade Residência médica de pneumologia pediátrica no Hospital Federal dos Servidores do Estado Pós Graduação em homeopatia...

Conheça mais sobre a Dra.